Followers

Thursday, April 20, 2006

COMERCIO DE ORGAOS, DE PESSOAS VIVAS


Na quarta-feira passada, 9 de março, um ex-agente secreto chinês que trabalhava como jornalista no Japão, revelou ao web site oficial de Falun Dafa (Minghui.org) um informe estarrecedor e detalhado que documenta a existência de um campo de concentração na cidade de Shenyang, província chinesa de Liaoning, estabelecido pontualmente pelo Partido Comunista Chinês para reter os praticantes de Falun Dafa (Falun Gong) como um banco vivo de órgãos. Quando há compradores, extirpam-nos estando ainda vivos e imediatamente exterminam as vítimas e cremam seus corpos.

Os órgãos são extraídos dos praticantes de Falun Dafa estando vivos, porque assim são produtos exclusivos e alcançam a um alto preço no mercado. Cabe esclarecer que os praticantes de Falun Dafa, os quais levam vidas saudáveis, sem ingerir álcool nem fumar, nem consumir substâncias nocivas, normalmente têm órgãos mais sãos que a maioria das pessoas.

Segundo uma testemunha, em Sujiatun aproveita-se todo o corpo: desde a córnea até o coração, rins, fígados, pele e medulas ósseas.

Segundo a descrição da testemunha, um médico corta até dez praticantes de Falun Gong por dia. Uma vez que se retiram os órgãos dos praticantes ainda vivos, seus corpos são lançados no crematório para destruir a evidência.

O China International Transplantation Network Assistance Center (ITNAC – Centro de Assistência da Rede Internacional de Transplantes da China) está localizado na mesma cidade de Shenyang, província de Lioaning, a poucos kilômetros do campo de concentração, em sua web page http://www.zoukiishoku.com o ITNAC oferece transplantes de órgãos especialmente para estrangeiros taxando, por exemplo, um rim em $ 180.000 dólares, assegurando que em uma semana conseguem o doador, e “se o doutor descobre que há algo mal com o órgão, o paciente terá a opção de outro doador e ter outra operação em uma semana”.

fonte: www.netforcuba.org


A FOTOGRAFIA ACIMA:
Impactante fotografía del practicante de Falun Gong Liu Yufeng, asesinado por el Partido Comunista Chino. La herida en su torax es una clara evidencia de una operación para extracción de órganos internos
Cortesía de Clearwisdom.net

5 comments:

fabio said...

oq eh Falun Dafa?

bobby fletcher said...

US government announced finding of its investigation - no evidence of concentration camp:

http://news.yahoo.com/s/afp/20060415/pl_afp/uschinasectpolitics_060415004729

"Officers and staff from our embassy in Beijing and consulate in Shenyang have visited the area and the specific site mentioned in these reports on two separate occasions," McCormack said.

"In these visits the officers were allowed to tour the entire facility and grounds and found no evidence that the site is being used for any function other than as a normal public hospital."

This finding was reported by The Australian weeks prior:

http://www.theaustralian.news.com.au/story/0,20867,18669046-7583,00.html

"It appears the claims by Falun Gong have been at least substantially exaggerated. Initial investigations by researchers for a US congressional committee have identified the site at Sujiatun as a hospital, where it is suspected organ harvesting occurs but on nowhere near the scale claimed"

Cosmovisao said...

Falun Dafa é uma prática de meditação de origem chinesa.


No centro desta prática estão cinco séries de exercícios. A prática é guiada pelos princípios Verdade-Benevolência-Tolerância.

Falun Gong foi trazido à público, em 1992, na China. Hoje, está presente em mais de 60 países ao redor do mundo.

Criado por Li Hongzhi (que hoje vive de direitos autorais nos Estados Unidos), o Falun Gong se destina, segundo seu criador, à "purificação", uma "troca de energia com o cosmos" para que se atinja um "plano superior" como forma de escapar à corrupção moral deste mundo. São expressões que surgem nas instruções gravadas por ele para a prática de seus exercícios, que associam movimentos lentos e controlados a técnicas respiratórias, ainda prometendo cura de doenças e rejuvenescimento. Alguns de seus seguidores minimizam o caráter mais "esotérico", digamos, da seita, frisando que não há adoração de ídolos ou rituais de qualquer espécie e insistindo na liberdade de que seus adeptos gozam para dela entrar ou sair quando lhes apraz. No entanto, seu líder trata de "salvação" nos livros sobre a disciplina, adverte sobre um eventual contato com espíritos durante os exercícios e promove um certo sentimento cúltico em seus seguidores, ao atribuir a si próprio autoridade superior à de Maomé, Buda e, claro, Cristo.

Cosmovisao said...

Esse comentario em ingles ai se baseia num informativo que apoia o governo chines e inclusive prega que existe liberdade para o cristinanismo na China, o que eh mentira, claro!!!

Eh so clicar no nome deles ai e vai abrir o blog deles e vc vai num post chamado "A church in China"...depois que voce ler o post voce vai nos comments e veja que uma pessoa
"J. Edward Tremlett" desmente tudo o que eles dizem no post....

Nao se enganem, temos que continuar orando para que satanas seja derrotado e possamos pregar o evangelho da verdade absoluta (Jesus) na China e em outros paises comunistas.

Anonymous said...

Interesting website with a lot of resources and detailed explanations.
»